O CTG

    O Centro de Tradições Gaúchas é uma sociedade sem fins lucrativos, que busca resgatar, cultivar e difundir as tradições e o folclore gaúcho, obedecendo as normatizações consideradas pelo seu estatuto e pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), seguindo a sua Carta de Princípios.
    Os associados não são obrigatoriamente rio-grandenses, mas gaúchos de fato, que se identificam com os valores do gaúcho tradicional: lealdade, hospitalidade, fraternidade, respeito à palavra empenhada, coragem, altivez, sobriedade, sinceridade, firmeza de atos, insubmissão, perseverança, fidelidade a Deus, civismo e amor à Pátria.
    Em São José dos Campos o CTG "Saudades da Querência" foi fundado em 18 de maio de 1986, buscando congregar gaúchos e simpatizantes do tradicionalismo neste rincão tecnológico, sendo declarado de utilidade pública municipal em setembro do mesmo ano. Em reconhecimento à intensa colaboração com a Prefeitura Municipal, escolas públicas, entidades assistenciais, culturais e recreativas, o Poder Público permissionou um terreno no bairro Palmeiras de São José para que fosse construída a sede social do CTG em um prazo de dois anos. Com dose incomum de ânimo, coragem, determinação e trabalho iniciou-se os mutirões de construção. Contando com a adesão maciça do quadro social, amigos, empresas e instituições, foi possível construir a sede social do CTG no tempo estipulado.
    No entanto, a sede ficava em área residencial e, após reclamações e intensa briga política, os gaúchos foram obrigados a entregar o galpão do Jardim Palmeiras de São José em 1990. Durante 11 anos os gaúchos do CTG Saudades da Querência ficaram sem sede, mas sem jamais esmorecer: as atividades eram realizadas na Praça 20 de Setembro, na Rua George Eastman, demonstrando que a chama do tradicionalismo não se apaga facilmente. Ali era comemorada principalmente a Semana Farroupilha, com hasteamento de bandeiras, música, declamações, rodas de chimarrão e churrasco.
    Enfim, em janeiro de 2001 chega a conquista de um novo espaço em um terreno doado pela Prefeitura, situado na estrada Dr. Bezerra de Menezes. Lá foi construído o galpão atual (veja foto a seguir), onde acontecem os bailes, missas crioulas, ensaios da Invernada Artística, tertúlias e demais atividades do CTG. Foram patrões do CTG Saudades da Querência os senhores Paulo Virgílio, Carlos Derli Reis, Gelsi Alves Marques, José Bráz Salamão e Fernando Luís Soares Filho e Adriano Cezar Rasteiro.

Galpão do CTG Saudades da Querência
Galpão do CTG Saudades da Querência